SEGUIDORES: FAÇA PARTE VOCÊ TAMBÉM!

31 de out de 2009

HALLOWEEN DO VIRIATO

Alegria, imaginação e fantasia marcaram a comemoração do Dia das Bruxas na E. M. Dr. Viriato Diniz Mascarenhas no dia 30 de outubro. Confira os flashes...
Quem será?!

É Vamp... Este é o Gustavo!

Bruxinha Charmosa!!! Esta é Karine.

A Looooira do Banheeeiro!!! Esta é a Paula.

Descontração...
Dança...
Arte...
proporcionados por uma festa que já caiu no gosto dos pequeninos.

30 de out de 2009

Incentivo à Leitura

Assista ao vídeo em que a psicopedagoga Maria Helena Maluf dá dicas de como os pais podem incentivar a leitura dos filhos desde cedo. Super interessante!!!

33 Maneiras de Incentivar a Leitura

Jonas Ribeiro, escritor.

1.Presentear bebês com livros de pano e livros de borracha.
2.Em vez de roupas e brinquedos, presentear as crianças com livros.
3.Ler para os filhos na hora de dormir.
4.Escurecer a sala de aula e ler com velas acesas ou uma lanterna ligada.
5.Comprar gibis para os sobrinhos.
6.Ler uma poesia para quem a gente ama.
7.Dar um guia de viagem para quem fará uma viagem…
8.Quando o professor estiver lendo algum livro, levá-lo consigo.
9.Emprestar livros.
10.Convidar escritores, ilustradores e editores para visitar a escola.
11.Frequentar bibliotecas e livrarias.
12.Nada mais bonito do que a escola presentear os seus professores com livros.
13.Tratar os divulgadores a pão-de-ló. São eles que levam os lançamentos para as escolas.
14.Estimular as pessoas a continuarem os seus estudos.
15.Ensinar um adulto a ler. Nem sempre alfabetizar significa formar leitores. A leitura está associada ao amor pelas palavras, pela linguagem, pela vida.
16.Assinar revistas e jornais de nosso interesse. A! E renovar a assinatura!
17.Antes de começar a aula, escrever na lousa algum pensamento de um filósofo, alguns versos ou um haicai (poema de origem japonesa).
18.Contar para o outro a história de um livro que a gente gostou demais.
19.Fazer uma peça de teatro a partir de um livro.
20.Ler a biografia de alguém que a gente admira.
21.Colocar livros e revistas no banheiro…
22.Livros de piadas servem para a família inteira.
23.Ler o próprio coração e o silêncio. E se essa leitura for na praia, melhor ainda. É a gente lendo a gente.
24.Cantar com as letras das músicas nas mãos.
25.Colecionar os catálogos das editoras para entender o perfil de cada uma.
26.E também colecionar selos e figurinhas.
27.Fazer uma serenata e trazer o romance para a vida real.
28.Ler a cidade, ler um amigo, ler um animal de estimação, ler a chuva caindo, ler o jardim e ler as estrelas.
29.Aproveitar para ler na fila do banco, ônibus, no metrô e no consultório do dentista e da médica que atrasam demais.
30.Podemos enviar e-mails sugerindo bons livros.
31.Quem cozinha adora livros de receitas.
32.Estudar uma outra língua é ler um outro país, uma outra cultura.
33.Abraçar um livro quando acabamos a leitura. O outro ficará extremamente curioso para saber por que motivo abraçamos o livro, o que ele tem de tão bom assim a ponto de merecer o nosso abraço.

29 de out de 2009

Vem aí a Prova Brasil!

Comunicado aos Pais
Prova Brasil ajuda a melhorar a escola do seu filho

A Copa do Mundo é realizada a cada quatro anos, como os Jogos Olímpicos. Em 2007, além de uma grande competição esportiva, os Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, o Brasil promoveu eventos importantes na área da educação, como a Prova Brasil e o Saeb (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica), que ocorrem a cada dois anos.
A próxima aplicação das provas está prevista para este ano.
As duas avaliações foram criadas para mostrar como está a educação no país. Todos os estudantes de escolas públicas urbanas da 4ª e da 8ª série (5° e 9° anos) fizeram a Prova Brasil. Estudantes dessas mesmas séries de escolas particulares, do 3º ano do ensino médio e matriculados em escolas rurais participaram do Saeb.
As notas não entram no boletim escolar do aluno. Isso porque os dois exames não foram feitos para avaliar o estudante. A Prova Brasil afere o ensino oferecido pela escola e a qualidade da educação no município. O Saeb avalia os sistemas educacionais — rede estadual, escolas públicas e particulares — e a situação regional.
Mesmo que as provas não contribuam para a nota, é muito importante que os estudantes participem. Se professores, diretores, prefeitos e Ministério da Educação não souberem como está o aprendizado, não poderão ajudar a melhorá-lo.
A prova é aplicada na própria sala de aula. É fundamental que o aluno esteja presente e que leve a sério as respostas às questões. Os pais devem explicar ao filho que os resultados da Prova Brasil e do Saeb darão a ele algo mais importante do que pontos no boletim: os exames contribuirão para a melhoria da educação. E que o maior beneficiado diretamente com isso será o próprio estudante.
Educação não é tarefa apenas do professor. Todos devem estar unidos nesse esforço. Só com educação de qualidade o Brasil terá como oferecer melhores condições de vida a todos.
Cada um faz sua parte. Nesse momento, a parte dos pais é estimular o filho a fazer bem a prova.
A Prova Brasil será aplicada de 09 a 27 de novembro deste ano.
Fonte: http://provabrasil2009.inep.gov.br/

27 de out de 2009

A Reforma Ortográfica em Quadrinhos

Vários são os sites que apresentaram a Reforma Ortográfica através de quadrinhos, mas poucos mostram atividades para trabalhá-los na sala de aula. Aqui vão sugestões que foram trabalhadas com a 4ª série. Outras sugestões? Envie-nos.
Além da leitura oral, podem ser explorados outros aspectos como linguagem das personagens, feições, interpretação de texto e outros.
Por que a personagem desiste de obter ajuda com o sobrinho sobre a Reforma Ortográfica?

1. Por que a personagem cita como exemplo a palavra WHISKY?
2. Tente se lembrar de outras palavras usadas na nossa língua que contêm essas três letras.

De acordo com a nova regra, continue fazendo a flexão dos verbos:
a) magoar: Eu magoo.
b) povoar:
c) sobrevoar:
d) abençoar:
e) perdoar:

Faça uma lista de palavras que antes possuíam o trema e que agora não possuem mais. Compare sua lista com a de seus colegas.
Por que a personagem afirma ser um "visionário"?

 
Junte com um colega e façam uma lista de algumas palavras paroxítonas que perderam o acento agudo de acordo com a nova regra.

Agora, responda: As palavras abaixo devem ou não ser acentuadas?
BAIUCA - CAUILA - BOCAIUVA

Na sua opinião, por que a personagem diz que é preciso um "corretor ortográfico" para a máquina?

1. Procure no dicionário do significado de GERÚNDIO.
2. Dê o gerúndio dos verbos a seguir:
a) amar
b) sorrir
c) sofrer
d) caminhar
e) cair

 Consulte o dicionário e escreva o significado de:
DITONGO
PAROXÍTONA
1. No último quadrinho, a personagem se mostra:
(    ) preocupadíssimo.
(    ) nervoso.
(    ) despreocupado.
2. Justifique sua opção no item anterior.


O Guia Prático da Nova Ortografia da Editora Melhoramentos explica, de maneira didática, as alterações introduzidas na nossa ortografia pelo recente Acordo Ortográfico. É um material completo e que traz o nome do Professor Douglas Tufano, autor de vários livros da Língua Portuguesa. Clique no link abaixo e confira.

24 de out de 2009

LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO: HQ DA BRUXINHA

O livro "Bruxinha 2" de Eva Furnari traz lindas histórias de uma bruxinha e suas trapalhadas. Escolhemos duas delas e trabalhamos na sala. Caso tenha sugestões de trabalho com este tipo de história, envie para: lereumabeleza@gmail.com que termos o prazer de publicá-las dando os devidos créditos.

TEXTO 1
1. Quais são os personagens do texto?
2. Assinale V ou F de acordo com o texto.
(    ) O dragão apareceu de repente.
(    ) O duende e a bruxinha esperavam a chegada do dragão.
(    ) O dragão queria devorar os dois.
(    ) O duende e a bruxinha ficaram com medo do dragão.
3. Justifique sua opção no último ítem da questão anterior.

TEXTO 2

1. Nesta história, a bruxinha:
(    ) transforma o cachorro em banco.
(    ) transforma o banco em cachorro.
(    ) faz o banco desaparecer.
2. De que se queixava o cachorro? Por quê?
3. No último quadrinho, a bruxinha fica:
(    ) triste.
(    ) encabulada.
(    ) alegre.
4. Agora, crie uma história em que a personagem principal seja uma bruxa.
(Algumas histórias produzidas pelos alunos serão publicadas posteriromente).

LEITURA: As três irmãs bruxas

As bruxas têm papel importantíssimo no Halloween. Não é à toa que ela é conhecida como "Dia das Bruxas" em português. Segundo várias lendas, as bruxas se reuniam duas vezes por ano, durante a mudança das estações: no dia 30 de abril e no dia 31 de outubro. Chegando em vassouras voadoras, as bruxas participavam de uma festa onde jogavam maldições e feitiços em qualquer pessoa, transformavam-se em várias coisas e causavam todo tipo de transtorno.
Como são histórias que mexem com o imaginário das crianças, vale a pena aproveitar o tema para trabalhar em sala de aula.
LEITURA: As três irmãs bruxas

Era uma vez três irmãs bruxas. O nome delas era Maria, Fernanda e Juliana. Maria era uma bruxa do bem, ela estava sempre ajudando as pessoas quando elas precisavam; Fernanda era uma bruxa brincalhona, que estava sempre brincando com as pessoas e com sua magia; mas Juliana era uma bruxa do mal, que estava sempre querendo o mal para todas as pessoas.
Um dia, Juliana, a bruxa do mal, fez uma magia tão má, que suas irmãs tiveram que interceder. Juliana queria matar todas as pessoas do Planeta Terra.
Maria, então, fez um feitiço que prendeu Juliana. Fernanda começou a fazer a irmã rir, e de tanto que Juliana riu, aconteceu uma grande explosão e ela se transformou numa bruxa do bem.
Disponível em: http://brincandonaescola.blogspot.com/2007/10/histrias-de-bruxas.html
Estudo do Texto
1. A história que você leu é:
(    ) real.         (    ) verídica.         (    ) imaginária.

2. Você acredita em bruxas, duendes e fadas? Por quê?

3. No texto, as três bruxas são caracterizadas psicologicamente. Escreva as características psicológicas de cada uma.

4. Relacione cada personagem do texto às suas ações:
(M) Maria        (F) Fernanda       (J) Juliana
(    ) Fez um feitiço bom.
(    ) Riu até causar uma explosão.
(    ) Fez a irmã rir.
(    ) Brincava com sua magia.
(    ) Queria destruir a todos.
(    ) Gostava de ajudar os outros.
(    ) Prendeu a irmã.

5. Se você fosse um(a) bruxo(a) bom(a), que "feitiço" gostaria de fazer?

Halloween - Dia das Bruxas

O Halloween é uma festa comemorativa celebrada todo ano no dia 31 de outubro, véspera do dia de Todos os Santos. Ela é realizada em grande parte dos países ocidentais, porém é mais representativa nos Estados Unidos. Neste país, levada pelos imigrantes irlandeses, ela chegou em meados do século XIX.


História do Dia das Bruxas
A história desta data comemorativa tem mais de 2500 anos. Surgiu entre o povo celta, que acreditavam que no último dia do verão (31 de outubro), os espíritos saiam dos cemitérios para tomar posse dos corpos dos vivos. Para assustar estes fantasmas, os celtas colocavam, nas casas, objetos assustadores como, por exemplo, caveiras, ossos decorados, abóboras enfeitadas entre outros.
Por ser uma festa pagã foi condenada na Europa durante a Idade Média, quando passou a ser chamada de Dia das Bruxas. Aqueles que comemoravam esta data eram perseguidos e condenados à fogueira pela Inquisição.
Com o objetivo de diminuir as influências pagãs na Europa Medieval, a Igreja cristianizou a festa, criando o Dia de Finados (2 de novembro).

Símbolos e Tradições
Esta festa, por estar relacionada em sua origem à morte, resgata elementos e figuras assustadoras. São símbolos comuns desta festa: fantasmas, bruxas, zumbis, caveiras, monstros, gatos negros e até personagens como Drácula e Frankestein.
As crianças também participam desta festa. Com a ajuda dos pais, usam fantasias assustadoras e partem de porta em porta na vizinhança, onde soltam a frase “doçura ou travessura”. Felizes, terminam a noite do 31 de outubro, com sacos cheios de guloseimas, balas, chocolates e doces.

Halloween no Brasil
No Brasil a comemoração desta data é recente. Chegou ao nosso país através da grande influência da cultura americana, principalmente vinda pela televisão. Os cursos de língua inglesa também colaboram para a propagação da festa em território nacional, pois valorização e comemoram esta data com seus alunos: uma forma de vivenciar com os estudantes a cultura norte-americana.
Muitos brasileiros defendem que a data nada tem a ver com nossa cultura e, portanto, deveria ser deixada de lado. Argumentam que o Brasil tem um rico folclore que deveria ser mais valorizado.
Para tanto, foi criado pelo governo, em 2005, o Dia do Saci (comemorado também em 31 de outubro).

16 de out de 2009

LEITURA: CORDEL

O cordel abaixo de Sylvia Orthof foi trabalhado na sala na última aula de Literatura. As atividades propostas estão no livro da 4ª série "De olho no futuro" - Língua Portuguesa. Acrescentei-as abaixo para quem não tiver o livro.
Cordel adolescente, ó xente!

Sou mocinha nordestina,
Meu nome é Doralice,
Tenho treze anos de idade,
Conto e reconto o que disse,
Pois me chamo Doralice,
Sou quem vende meu cordel
Nas feiras lindas do longe
Onde a poesia se esconde
Nas sombras do meu chapéu!


Eu falo tudo rimado
No adoçado da palavra
Do Nordeste feiticeiro;
No meu jeito brasileiro,
Aqui vim dizer e digo
Que escrevo muito livro
Que penduro num cordel,
Todo fato acontecido
Eu coloco no papel!


Vim pra feira, noutro dia,
Armei a minha poesia
Num cordel de horizonte,
Quem passasse no defronte
Daquilo que eu vendia,
Parava e me escutava,
Pois sou mocinha falante,
Declamava o que escrevia!


Contei de uma garota
Que amava um cangaceiro,
Era um tal cabra da peste,
Um valentão do Nordeste
Que montava a ventania,
Trazia susto e coragem
Por cada canto que ia!
Virge Maria!


O nome da tal mocinha?
Não digo... é um segredo,
Escrevo o que não devo,
Invento, pois tenho medo
De contar que a tal menina
Era... toda fantasia!
(...)
Sylvia Orthof. Cordel adolescente, ó xente!. São Paulo, Quinteto, 1996.

Atividades
1. O nome cordel deve-se ao fato de, antigamente, na Espanha e em Portugal, onde surgiram, esses folhetos serem pendurados em cordas ou barbantes, como se fossem roupas em um varal. Sabendo disso, copie da 3ª estrofe os dois versos que comprovem essa informação.
2. Os folhetos de cordel costumam ser vendidos em feiras e mercados. Na 1ª estrofe, há dois versos que tratam desse assunto. Copie-os.
3. Em que região do país se passam as histórias de cordel que Doralice conta? Explique como foi possível saber isso.
4. O que era a ventania do cangaceiro?
5. O que significa a expressão "ó xente!" que aparece no título do texto?
6. Nos poemas de cordel há a presença de versos que rimam. Que tal começar a rimar? Crie estrofes de dois versos usando os pares de palavras  abaixo.
a) AMIZADE - FELICIDADE
b) ALEGRIA - HARMONIA
c) SOL - GIRASSOL

10 de out de 2009

Homenagem ao Professor

15 de outubro - Dia do Professor
Uma justa homenagem àqueles que, apesar de tudo, continuam lutando para fazer de cada cantinho do Brasil um lugar melhor para se viver.

9 de out de 2009

PRODUÇÃO DE TEXTO: CORDEL

Depois de algumas aulas trabalhando cordel, os alunos gostaram muito da seguinte atividade de Produção de Texto. Logo, logo, colocaremos algumas das que foram produzidas na sala no dia de hoje.
PRODUÇÃO DE TEXTO – CRIANDO UM CORDEL


Que tal produzir um cordel sobre você? Seu objetivo ao escrever esse texto é possibilitar aos seus destinatários que o(a) conheçam melhor.
Para ajudá-lo(a) nessa atividade, são apresentadas algumas dicas importantes.
Liste algumas informações a seu respeito, como sua idade e as coisas de que gosta. Se desejar, inclua nessa lista suas qualidades e, por que não, seus defeitos também. Veja só como ficou a lista deste menino que mora no Rio de Janeiro:
nome: Luís Fernando
idade: 11 anos
do que eu gosto: surfar e jogar bola
do que eu não gosto: de acordar tarde
qualidade: estudioso
defeito: impaciente

Faça um rascunho de suas idéias e de seu texto.
Capriche nas rimas para deixar seu texto gracioso e proporcionar uma leitura cadenciada, melodiosa. Observe as rimas que surgiram a partir das palavras que o garoto listou:
Luís Fernando – festejando
surfar – mar
escola – bola
impaciente – inteligente
estudioso – amoroso
anos – brincamos

Veja como ficou o cordel de Luís Fernando:

Cordel de surfista
Sou carioca do Rio de Janeiro
Muito prazer, sou Luís Fernando
Fiz ontem 11 anos de idade
Uma festa estavam preparando
Chegaram os amigos da escola
E passamos o dia festejando

Tenho ainda os amigos da praia
Eles também gostam de surfar
Pela manhã pego a minha prancha
E então vamos manobrar no mar
E logo a turma do futebol
Chega na praia para jogar

Após o almoço vou estudar
O meu estudo é essencial
Gosto muito de ir para a escola
Pois o professor é bem legal
Ele ensina muitas coisas boas
Para eu ser um bom profissional.

Depois de produzir as rimas, é só produzir o seu cordel.
Crie um título bem interessante para ele.
Se quiser, você também pode ilustrar o seu texto.

Sugestões para trabalhar cordel? Envie-as para lereumabeleza@gmail.com

LEITURA: CORDEL

Os alunos adoraram trabalhar o cordel "O vendedor de ovos".
O Vendedor de ovos



Um homem vendia ovos
numa feira da usina
numa época de São João
uma senhora grã-fina
lhe encomendou ovos grandes
que não tivessem ruína

Ele carregou a égua
com dois pares de caixão
e os ovos da mulher
colocou no caldeirão
e amontou-se na égua
levando o mesmo na mão

Ao passar na linha férrea
o maquinista lhe avistou
montado no meio da carga
o maquinista apitou
e com o apito da máquina
a égua se assustou

E na corda do apito
o maquinista pendurou-se
com o apito estridente
a égua mais espantou-se
e o caldeirão com os ovos
da mulher, logo quebrou-se

O homem pulou da carga
logo a cangalha virou
e as quatro caixas de ovos
de serra abaixo embolou
a égua vidrou os olhos
e no momento endoidou

Correu da estrada afora
com o pescoço levantado
o homem foi pegar ela
caiu dentro dum valado
a estrada virou lama
fedendo a ovo quebrado

Voltou o pobre pra casa
com a roupa toda molhada
as caixas fedendo a ovos
e a cangalha quebrada
e a égua findou a vida
para sempre espantada.
Fim

Sugestões: Explorar as rimas, número de versos e estrofes e a linguagem utilizada.

LEITURA: CORDEL

FALANDO DE CORDEL
As histórias de cordel costumam vir ilustradas com xilogravuras, um processo artesanal de impressão de imagens. As xilogravuras são ilustrações feitas a partir de gravuras talhadas em madeira, um tipo de arte muito comum no nordeste do Brasil. A seguir, algumas xilogravuras produzidas por José Borges, um dos mais importantes gravuristas de nosso país.
ATIVIDADE PARA DOWNLOAD

LEITURA: CORDEL

A literatura de cordel faz parte da cultura popular nordestina. São folhetos que, sempre com rimas e estrofes que possuem seis ou sete versos, abordam assuntos variados. Falam de amor, das dificuldades pessoais, das secas, das catástrofes, de bravura, de temas políticos e religiosos, das coisas do dia-a-dia. Têm esse nome porque costumam ser expostos pendurados em cordéis.
Autores famosos também escrevem cordel! O exemplo a seguir foi escrito por Ana Maria Machado. Os alunos podem observar o ritmo das palavras e da fala melodiosa, além de adorarem cantar. O texto está disponível no livro "Alegria de Saber" - Português - 4ª série e chama-se "A peleja". Vale a pena trabalhar também as atividades do livro que, dentre outros aspectos, explora os traços físicos e psicológicos dos personagens.

8 de out de 2009

Ex-aluna envia texto para apreciação

Aline Pereira Machado, ex-aluna da Escola Dr. Viriato, enviou uma bela produção de texto para que apreciássemos. Ela cursa atualmente o 9º Ano na E. E. Bolivar de Freitas e o texto é resultado de um trabalho realizado pela Profª. Idene com seus alunos. Aline afirmou que gostaria muito que a Profª. Rosângela visse seu texto, pois esta a incentivou muito. Confira!
VIDA DE UMA PATY
Sou roqueira e muito maneira
se quiser ser minha amiga
é só não fazer besteira.
Curto muito Creed e também Nickelback
mas não tenho nada contra o Jeito Moleque.
Dizem que sou doida
só por curtir Rock
mas isso nã quer dizer
que eu não possa te dar um toque.
Ei, você que se acha a tal
se continuar assim,
vai acabar se dando mal.
Preste bem atenção no que vou lhe dizer
olhe bem pra você,
mal sabe o ABC.
Colando e mal estudando
pode até passar.
Mas lá na frente você não vai brilhar.
Boba é aquela que te segue
e faz tudo o que você manda
pois mal sabe ela que já virou malandra.
Você, patricinha, que se acha a rainha
se continuar assim, vai acabar sozinha.
Não ajuda em casa,
mas vê se não atrapalha
pense bem duas vezes,
antes de fazer coisa errada.
Quando entra na cozinha e algo tenta fritar
é até perigoso botar fogo no lugar.
Por isso, não humilhe a empregada
porque ela, sim, sabe fazer
muitas coisas para você.
É muito importante pessoas assim tentarem mudar
pois ser patricinha não dá.
Seus pais pagam tudo para você
se dar bem no futuro
e, em troca, tu te esqueces de tudo.
Então, todos pensem muito bem
antes de seguir essa vida
que essa não é a melhor saída.
Ao contrário das boas pessoas
Paty não tem capacidade
pra viver a realidade.

Parabéns, Aline, pelo belo texto! Sucessos para você!!!

6 de out de 2009

LIVRO GIGANTE VOLTA ÀS SALAS DE AULA

O Livro Gigante, mascote de nosso Projeto "Ler é uma beleza", estará de volta às salas de aula com duas missões: levar consigo alguns contadores de histórias e fazer a propaganda do Concurso "Ajude a escolher o nome de nosso mascote". Aguardem o Regulamento aqui mesmo no blog. Todos os alunos da Escola poderão participar.

2 de out de 2009

ATIVIDADE DO PROJETO TRÂNSITO LEGAL

Um sucesso!!!
Assim pode ser descrita a culminância do Projeto Trânsito Legal desenvolvido por um professor da E. M. Dr. Viriato Diniz Mascarenhas com sua turma de 4ª Série. O projeto que tem como objetivos:
• Conscientizar as crianças e as famílias sobre a importância de cada sujeito do trânsito na construção de uma cidade melhor;


• Criar uma política, entre os envolvidos, de respeito à sinalização, às leis de trânsito e ao próximo;

• Contribuir para a melhoria do trânsito local;

• Aliar atividades de leitura à educação para o trânsito;

• Reconhecer hábitos e atitudes que valorizem a vida;
foi desenvolvido através de várias atividades descritas aqui mesmo no blog em várias postagens.
A atividade mais esperada do projeto foi a peça teatral "Transitando Legal", cujo cenário, que lembra uma cidade, a Cidade Legal, foi idealizado e montado por professor e alunos da 4ª série. A cidade fictícia contava até com semáforos que acendiam de verdade. Claro, tudo controlado por crianças com suas lanternas. O que chamou mais a atenção das outras crianças (todas as turmas do turno da tarde participaram) foi o fato de elas poderem participar ativamente do teatro, já que atuaram como passageiros de táxi ou de ônibus. Foi uma verdadeira aula sobre Trânsito, ou melhor, de como ser Legal no Trânsito!
Valeu 4ª Série!!! Confiram alguns dos muitos cliques que foram dados naquela tarde.
Veja a peça teatral e confira o vídeo. A peça foi criada pelo professor.
 Peça teatral “Transitando Legal”


Autor: Prof.:....

CENÁRIO: Quarteirões de uma cidade.
SEMAFORILDO (Se dirigindo às crianças que irão visitar a Cidade Legal):
__Olá, crianças! Sejam bem-vindos!
Eu sou Semaforildo, o semáforo
Que orienta o movimento dos veículos
E todos já conhecem minhas três cores!

SEMAFORILDA (Também se dirigindo às crianças):
__E eu sou Semaforilda,
O semáforo para pedestres
E oriento o movimento destes
Com minhas duas cores famosas.

SEMAFORILDO:
__Esta é a Cidade Legal onde vocês verão
Que é fácil ser legal no trânsito.
Basta ter atenção
E respeitar a sinalização.

SEMAFORILDA:
__Quem dá vida ao trânsito
São as pessoas.
Cabe a cada uma delas
Conhecer o seu papel,
Levar a vida numa boa!

GUARDA (Se dirigindo aos personagens e às crianças):
__Mas espera aí...
O mesmo trânsito que
Leva vida e movimento
Pode até mesmo matar.
Suas cores famosas
Todos sabem interpretar?

SEMAFORILDO (Para o guarda):
__Mas é claro! Crianças inteligentes
Não querem dar aos pais dissabores
Por isso sabem interpretar
Todas as nossas cores.
Veja só: vermelho... amarelo... verde...

GUARDA:
É... parecem estar preparados
Mas vamos ver nas ruas
Com tanto movimento
A atenção deve ser redobrada.

MOTORISTA 1 (Chega de ônibus):
__Sejam bem-vindos à Cidade Legal!
Vamos passear de ônibus
Mas lembrem-se:
Braços e cabeças pelas janelas
Além de dar multa...
Pode ser fatal! (Sai levando alguns passageiros)

Outras duas crianças caracterizadas de ônibus também saem levando passageiros.

TAXISTA (Chega com o táxi):
__Lembrem-se de usar o cinto.
Crianças! Só no banco de trás
Tirar a atenção do motorista
E objetos pela janela... jamais! (Sai levando passageiros).

CRIANÇA (Ajudando um idoso a atravessar a rua):
__No trânsito, a boa educação
Deve ter sempre lugar.
Criança legal
Sabe os mais velhos ajudar!

PEDESTRE (Esperando o sinal para pedestres abrir):
__O sinal tá vermelho pra mim.
Vale a pena esperar!
Tanta vida pela frente...
Espero pelo verde
E na faixa vou atravessar.

MOTORISTA 2 (Deixando os passageiros no ponto):
__Ao descer do ônibus,
Espere parar completamente.
Após descer, nada de atravessar
Passando pela frente.

PEDESTRE (Atravessando a rua em local em que não há faixa):
__Atravesse a rua com atenção
Olhe para os dois lados.
Vá em linha reta
Sem correr, com cuidado.

CICLISTA (Andando de bicicleta próximo à calçada):
__Andar de bicicleta
É uma ótima diversão
Ande sempre pela direita
Nos outros, preste atenção.
Na calçada... não pode não!

MOTORISTA 3 (Parando no ponto):
__Aqui termina a viagem.
Agora é pra casa com cuidado
Respeite a todos pelo caminho
Na luta pela vida,
Todos somos aliados.

SEMAFORILDO:
__É isto aí, crianças!
Levem pra casa a lição:
Adulto ou criança,
Ajudar a melhorar o trânsito
É dever de todo cidadão!

SEMAFORILDA:
__É isso mesmo!
Cada de um de vocês
É um ser especial
Por isso, cuide da vida
Transitando legal.

Assista o vídeo clicando no link abaixo.
VÍDEO DA PEÇA TEATRAL TRANSITANDO LEGAL

Peça Teatral Transitando Legal

Related Posts with Thumbnails