SEGUIDORES: FAÇA PARTE VOCÊ TAMBÉM!

15 de jul de 2014

LÍNGUA PORTUGUESA – GÊNERO: TEXTO CIENTÍFICO

O céu está ficando menos azul
Desequilíbrio na atmosfera começa a alterar a luz que chega à Terra

Você já teve a impressão de que o céu está menos azul? Não é impressão. Segundo um novo estudo, que analisou 3 250 medições atmosféricas feitas em diversas partes da Terra, isso realmente está acontecendo: nas regiões mais críticas, o céu está 20% menos azul do que na década de 1970. O efeito é provocado pelo excesso de aerossóis na atmosfera - uma camada de sujeira flutuante que junta moléculas de poeira, fuligem e dióxido de enxofre produzido por carros, indústrias e queimadas. Ou seja: além de provocar efeito estufa, a poluição já está modificando a luz que chega à Terra.
A luz do sol é branca. Mas, quando entra na atmosfera terrestre, ela esbarra nas partículas que estão suspensas no ar (moléculas de oxigênio, nitrogênio e água) e se decompõe em várias cores. É por isso que, quando você olha para cima, vê um sol amarelo e um céu azul. O amarelo e o azul são subprodutos da luz branca - eles foram separados e espalhados pelas moléculas da atmosfera. Só que os aerossóis alteram essa divisão. “ Eles são muito pequenos, e conseguem rebater os raios de sol como nenhum outro poluente”, explica o físico atmosférico Kaicum Wang, da Universidade de Maryland. Os aerossóis “seguram” os raios de luz azul lá em cima, impedindo que eles desçam e cheguem com plena força aos seus olhos. E ai o céu adquire um aspecto leitoso, menos azul.
A região mais afetada é o sul da Ásia, Oceania e América do Sul. Os pesquisadores também notaram um enfraquecimento no azul do céu dos EUA.  A grande exceção é a Europa - onde desde a década de 1990 o céu está ficando mais azul ( possivelmente porque os níveis de alguns poluentes tenham diminuído). Mas alguns cientistas especulam que os aerossóis possuam também um efeito positivo. Como eles reduzem a quantidade de luz que chega à superfície da Terra, ajudariam a diminuir a temperatura global em até 1 grau. Um céu menos azul por uma Terra menos quente.
                   (Super Interessante. Edição 207- OUT.2009)

1. Nos dias atuais temas relacionados ao planeta são, além de interessantes, necessários para que saibamos as consequências de nossos atos para o planeta. O texto acima é jornalístico de divulgação cientifica. É um gênero textual que
a) Apresenta-se estruturado por parágrafos,  organizado de forma narrativa, utilizando como personagens Ásia, Oceania e América do Sul.
b) Apresenta-se estruturado por parágrafos, organizado de modo a descrever como está o céu.
c) Apresenta-se estruturado por parágrafos, do tipo informativo-expositivo pois, seleciona e organiza dados e informações, numa linguagem padrão.
d) Apresenta-se estruturado por parágrafos, do tipo argumentativo, com intuito de convencer o leitor que devemos para de poluir.

2. Qual a finalidade deste texto?
a) Informar o leitor sobre o tema.
b) Convencer o leitor a não poluir.
c) Mostrar a opinião do autor.
d) Descrever a paisagem.

3. Com que finalidade foram usados os travessões no texto que você leu?

4. Por que o uso das aspas em “ Eles são muito pequenos, e conseguem rebater os raios de sol como nenhum outro poluente”? 

5. De acordo com o texto, a região mais afetada pela perda de intensidade do azul do céu é:
a) Ásia, Oceania e América do Sul.
b) Oceania e Europa
c) EUA e Europa
d) Ásia e Europa.

6. O uso dos parênteses em: ...(possivelmente porque os níveis de alguns poluentes tenham diminuído) é justificado por:
a) O objetivo é destacar apenas.
b) O objetivo é explicar apenas.
c) O Objetivo é separar apenas.
d) O objetivo é impressionar apenas.

7. Explique o que você entendeu em: “Um céu menos azul por uma Terra menos quente”.

8. Leia o trecho da música abaixo.

“ Na beleza desse céu
Onde o azul é menos azul
Aquarela do Brasil
Eu cantei de norte a sul”

Em que o trecho se diferencia do original?

9. Reescreva a frase, substituindo a palavra grifada por outra de mesmo sentido:
a) Alguns cientistas especulam que os aerossóis possuam efeito positivo.

b) Conseguem rebater os raios solares como nenhum outro poluente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro visitante,
Deixe seu comentário para que, assim, possamos melhorar este Blog e, consequentemente, levar melhores oportunidades de leitura às nossas crianças.

Related Posts with Thumbnails