SEGUIDORES: FAÇA PARTE VOCÊ TAMBÉM!

7 de fev de 2010

"O vestidinho azul" e os combinados

No Lar das Crianças , que dirigiu por 30 anos, Janusz Korczak pôs em prática seu sistema de Educação, que transformava os pequenos em seus ajudantes, valorizando-os."Ele delegava a eles várias funções da casa por acreditar que assim, se tornariam responsáveis pelo que havia lá", conta Ana Carolina Rodrigues Marangon, professora da Escola de Aplicação da Universidade de São Paulo (USP) e autora do livro Janusz Korczak, Precursor dos Direitos da Criança - Uma Vida entre Obras. Era uma prova de confiança na capacidade deles de resolver problemas", completa.

A grande inovação ficava com o Tribunal de Arbitragem. Nele, qualquer um - funcionário, moradores e o próprio Korczak - podia ser julgado por um ato inadequado, como bater, ofender alguém. Foi a forma que encontrou para fazer com que os combinados entre adultos e crianças realmente valessem. "Hoje em dia, muitas vezes propomos algo aos alunos que não oferece espaço para opinarem. É o que acontece quando eu digo ' vamos combinar que ninguém pode brincar no corredor'", diz Ana Carolina. As crenças do polonês incluíam o direito ao erro infantil, que, segundo ele, era de dois tipos. Um é não corresponder à vontade dos adultos." Existe nas pessoas, de modo geral, a tendência de se colocarem como modelos ou fontes de sabedoria (...). Tudo o que for diferente é erro e não percebem que o diferente pode ser nem pior nem melhor, apenas diferente. "O outro tipo de erro é o que realmente traz prejuízo. Nesses casos, ele defendia que os adultos deveriam alertar para que não houvesse reincidência. "Isso, porém, sem pretender que a criança seja um modelo de perfeição e deixando espaço para que faça suas experiências e sofra os resultados delas. " Korczak era contra imposições. Ele achava que cometer pequenos erros era um exercício de liberdade e de aprendizagem", diz Ana Carolina. Adaptado de: http://marcianogueira-psicologia.blogspot.com/2009/11/valorizando-importancia-dos-famosos.html.

Como forma de oferecer esse espaço de opinião e de aprendizagem é que se propõe construir, juntamente com os alunos, os famosos combinados de início de ano. O famoso texto "O vestido azul" mostrou-se para mim uma excelente oportunidade de construir com meus alunos os nossos combinados. Com a história, os alunos percebem que, com pequenos gestos, podemos obter grandes transformações, a exemplo da atitude do professor ao dar um vestido a uma menina pobre.
Além da interpretação de texto habitual que todos costumamos fazer com nossos alunos, podemos explorar:
  • qual era a intenção do professor com o seu gesto?
  • que mudanças provovou a atitude do professor: na mãe, no pai, no bairro?
  • que atitudes podem melhorar o nosso ambiente, a sala de aula? (combinados)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro visitante,
Deixe seu comentário para que, assim, possamos melhorar este Blog e, consequentemente, levar melhores oportunidades de leitura às nossas crianças.

Related Posts with Thumbnails